Doença sem diagnóstico assusta moradores de Camaçari: 'angustiante'





Pintas, dores e coceira pelo corpo. Esses são alguns dos sintomas de uma doença ainda sem diagnóstico que tem atingido moradores do município de Camaçari, na região metropolitana de Salvador. De acordo com o diretor da Vigilância Epidemiológica de Camaçari, Celso Joélio, até esta terça-feira (24), 39 casos foram registrados oficialmente na cidade.


Joélio afirma que os registros foram feitos em bairros diferentes da cidade e que outros casos também foram encontrados em municípios da região.

O diretor conta que testes realizados em pacientes descartaram a possibilidade de se tratar de dengue, febre chikungunya, rubéola ou sarampo. Ele acredita que embora ainda não tenha sido identificada, a doença tem evolução benigna e não resulta em nenhum outro problema à saúde.


"Coletamos amostras de sangue e mandamos para o laboratório central. Amanhã vamos discutir com o estado para saber o que é. Mas já adiantamos que não é motivo para pânico. Estamos passando antialérgico e as pessoas estão melhorando. A doença não está oferecendo risco nenhum. Mas é óbvio que a gente precisa saber o que é", explica.



De acordo com a Secretaria de Saúde de Camaçari (Sesau), os sintomas duram em média sete dias e desaparecem sem causar nenhum dano. O órgão afirma que os pacientes não têm febre e que a maior probabilidade é que seja uma virose.


Entre os casos registrados em Camaçari está o do caldeireiro Hebert Vieira. "Desde segunda-feira (23) que o corpo está empolado, coçando muito, mole, dolorido, como se tivesse com febre. Fui ao médico e ele mandou fazer um hemograma. Fiz, só que o resultado deu normal, sem qualquer alteração. A partir daí o médico me passou outros dois remédios, mas foi mais como se fosse um palpite, porque ele não sabe o que é", afirma.

Grávida anuncia doação de filho através do Facebook: 'Criança tranca a vida da gente'

Grávida anuncia doação de filho através do Facebook: 'Criança tranca a vida da gente'Uma jovem de 20 anos, grávida do terceiro filho, anunciou através do Facebook a doação do bebê que está aguardando. A postagem na rede social aconteceu em um grupo de venda de produtos usados: "Procuro um casal para adotar um bebê. Estou grávida, não tenho condisao de cria. Ce alguen interessa me liga (sic)", escreveu a moradora da cidade de Poconé, no Mato Grosso.


Em entrevista ao G1, ela afirmou que já encontrou uma pessoa para cuidar da criança assim que ela nascer: "Não quero ficar com o bebê porque não tenho condições de cuidar. Já tenho outros dois filhos que ficam comigo". Na postagem no Facebook, ao ser questionada sobre o motivo de não manter o filho, ela também justificou que "criança tranca a vida da gente". Ainda de acordo com o G1, o Conselho Tutelar do município já está ciente do caso e deve tomar providências. Segundo o promotor da Vara da Infância e Juventude de Cuiabá, José Antônio Borges, não há crime em anunciar o interesse de doar o filho em uma rede social: "Crime é jogar no lixo".

Criança fica bêbada e vai parar em hospital após restaurante servir sangria em vez de suco


Uma criança de dois anos foi parar no hospital após beber sangria em vez de suco de cranberry em um restaurante na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.





Os pais de Gabriella Gilliam ficaram assustados em ver a filha fazendo caras estranhas depois de tomar a bebida.


A família estava comemorando o aniversário do pai, Derek Gilliam. Gabriella foi levada ao hospital, onde os médicos confirmaram que ela havia ingerido álcool acidentalmente.


"Você não deveria temer pelo seu filho de dois anos com um erro estúpido como esse", disse Derek ao canal Fox News.


A rede de restaurante Texas Roadhouse, que tem mais de 400 pontos de venda em todo o país, pediu desculpas pelo "erro honesto" e pagou o jantar da família.

Homem diz que decapitou namorada por "acesso de ódio" durante briga

Renato Guilherme da Silva foi encontrado na casa dos pais, neste sábadoDepois de ser preso e confessar que decapitou a namorada, Renato Guilherme da Silva, 24 anos, contou em depoimento à polícia que o crime aconteceu durante uma briga por ciúmes e que ele matou Patrícia Pereira da Silva, 20 anos, em um "acesso de ódio". O crime foi na última quinta-feira em Angelim, em Pernambuco, e teve repercussão por todo país por conta da violência com que foi cometido.


Renato contou que ele e Patrícia se conheciam desde a adolescência e namoravam há mais de sete anos. Há cerca de três anos, a relação entrou em uma fase com mais baixos do que altos. A jovem começou a se interessar por outras pessoas e os dois brigavam constantemente por ciúmes que Renato sentia.


Na noite do crime, os dois foram para uma festa de São José, padroeiro da cidade, e discutiram porque uma pessoa com quem Patrícia estaria se relacionando estava na festa, segundo Renato contou ao delegado José Renivaldo Pinto.

Mãe é investigada suspeita de vender bebê na cidade de Feira de Santana





Mais um caso suspeito de compra de bebê é investigado pela Polícia Civil de Feira de Santana após denúncia anônima recebida nesta segunda-feira (23) pela delegacia Claudine Passos, da Delegacia do Adolescente Infrator (DAI). A principal suspeita é a mãe, de 22 anos, que prestou depoimento na unidade. "Estamos apurando se foi venda ou se recebeu recompensa", afirmou a delegada.


A mãe compareceu à delegacia junto com o bebê, que nasceu no dia 1° de março e tem apenas 22 dias de vida. Segundo a delegada, a denúncia anônima informou que a "venda" teria sido por R$ 4 mil. Claudine Passos constatou que o nome do pai foi trocado na certidão de nascimento. Como justificativa, a mãe alegou que o pai biológico é um presidiário e que ela o substituiu com o nome de uma outra pessoa que conheceu na cidade de Alagoinhas para conseguir emprego.


"Na certidão, tem outro pai que não é o biológico. Ela foi passear em Alagoinhas e lá conheceu um homossexual. Ele teria sugerido a ela registrar o filho como sendo dele. Em troca, ele daria emprego para ela e uma amiga. Se houve pagamento, foi dele, que registrou a criança. Nós já checamos no presídio e ela costumava visitar um rapaz como sendo a sua esposa", explica. A delegada afirma que ela vai responder ao caso em liberdade.G1

PesquIsa mostra queda na avaliação positiva do Governo Dilma Rousseff


O governo da presidenta Dilma Rousseff foi avaliado positivamente por 10,8% das pessoas ouvidas na 127ª Pesquisa Confederação Nacional do Transporte (CNT/MDA), divulgada hoje (23). Os dados mostram que 64,8% avaliaram o governo de forma negativa. Para 23,6%, a gestão atual é regular e 0,8% dos entrevistados não sabem ou não responderam.


De acordo com a CNT, a avaliação positiva do governo é a menor desde outubro de 1999, quando o desempenho do governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso foi aprovado por 8% das pessoas ouvidas. A pesquisa foi feita no período de 16 a 19 de março, com 2.002 entrevistados em 137 municípios de 25 unidades da Federação.


Na pesquisa anterior, durante a campanha eleitoral, feita nos dias 27 e 28 de setembro do ano passado, o governo da presidenta Dilma foi considerado positivo por 41% dos entrevistados. A avaliação negativa ficou em 23,5%, a regular registrou 35% e 0,5% dos entrevistados não souberam ou não responderam. O levantamento consultou 2.002 pessoas de 137 municípios de 25 unidades da Federação.


O levantamento divulgado nesta segunda-feira pela CNT constatou que o desempenho pessoal da presidenta Dilma Rousseff foi considerado positivo por 18,9% dos entrevistados, 77,% avaliaram negativamente e 3,4% não souberam dizer ou não responderam. Na pesquisa anterior, 55,6% aprovavam o desempenho da presidenta da República, 40,1% desaprovavam e 4,3% não souberam ou não responderam.


Sobre um eventual pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, 59,7% responderam ser a favor, 34,7% disseram ser contra e 5,6% não souberam ou não responderam. A pesquisa também perguntou aos entrevistados se eles acreditam na eficácia das medidas do governo para combater a crise política e econômica, 66,95 disseram que não.


A pesquisa também abordou o segundo mandato da presidenta, indagando quais os setores que deveriam ser priorizados pelo governo: 66,7% dos entrevistados responderam a saúde. A educação foi escolhida por 46,8%; emprego, 24,6%; segurança, 23,5%; economia, 13,3%; habitação, 6,6%; transporte, 5,5%; e saneamento, 2,6%.

Bandidos ordenam toque de recolher em Itabuna; populares protestam

Moradores dos bairros Maria Pinheiro e Pedro Jerônimo estão cobrando a reativação do módulo policial. Segundo eles, houve aumento da violência desde que foi desativado. O módulo funcionava na praça do Maria Pinheiro.


De acordo com os moradores, grupos rivais controlam o tráfico de drogas e impõem o toque de recolher nos dois bairros, além do Daniel Gomes e a localidade conhecida como Baixa Fria. Os bandidos determinam o horário de funcionamento de bares e mercearias.


Vítimas também afirmam que os comerciantes são obrigados a pagar pedágio para o crime organizado. Desde o ano passado, os moradores vivem em constante tensão, devido à guerra das facções Raio A e MDP. Segundo a polícia, MDP são as iniciais de Maria Pinheiro, Daniel Gomes e Pedro Jerônimo. Os três ficam na região do São Caetano. Informações do jornal A Região.

Acidente aéreo Avião da companhia GermanWings cai na França com 148 pessoas a bordo

Um avião da companhia alemã Germanwings caiu no sul da França nesta terça-feira (24). O Airbus A320 levava 142 passageiros e 6 tripulantes e ia de Barcelona, na Espanha, para Dusseldorf, na Alemanha.


O presidente da França, François Hollande, afirmou que, pelas circunstâncias envolvidas, ninguém deve ter sobrevivido. A queda teria ocorrido entre as localidades de Barcelonnette e Digne, nos Alpes franceses. Tanto a Airbus quanto a Germanwings afirmaram que têm conhecimento dos relatos, mas ainda não podem confirmar que houve um acidente. A Germanwings é uma companhia de baixo custo subsidiária da Lufthansa. (Com agências internacionais)

Universitária morre após uso de anabolizantes

Uma estudante de Direito de 24 anos morreu depois de usar anabolizantes em Fortaleza. Tainá Barbosa faleceu no dia 15 de março e exames feitos no hospital indicaram que houve de fato uso dos anabolizantes. A família da jovem encontrou no quarto da cearense as substâncias, escondidas.


Um laudo da perícia da Polícia Civil do Ceará deverá ficar pronto em 30 dias para confirmar se o uso de anabolizantes foi a causa principal da morte de Tainá. A estudante foi internada no hospital Otoclínica em 8 de março, segundo a Tribuna do Ceará, depois de passar mal e desmaiar.


Enquanto era atendida, sofreu duas paradas cardíacas. A jovem ficou uma semana coma e depois morreu. Pelo Facebook, a mãe de Tainá, Izabel, fez um desabafo e pediu que pais observem os filhos. "Esta foi a única forma que encontrei para conscientizar as mães".

Casos de dengue em Itabuna dobram e Secretaria Municipal de Saúde aumenta vigilância


Até domingo, Itabuna já havia registrado 1081 casos de dengue nos três primeiros meses do ano, um aumento 229% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde – SMS os dados são os registrados pelo Sinan - Sistema de Informação de Agravos de Notificação, do Ministério da Saúde. Foram112 registros em janeiro, 466 em fevereiro e 503 até o domingo (22). Com referência à febre chikungunya de outubro até esta sexta-feira foram registrados dez casos suspeitos, dos quais seis já foram descartados através de exame laboratorial pelo Laboratório Evandro Chagas, no Pará. A SMS ainda aguarda a liberação dos demais resultados.


O aumento no registro de casos de dengue levou a SMS a intensificar a vigilância, especialmente nos bairros mais afetados, como Santa Inês e Califórnia, onde houve a maior incidência da doença, com 96 e 92 casos notificados, respectivamente. Outros bairros muito afetados foram Santo Antônio e São Caetano, com cerca de 80 casos, cada. Nesses bairros foram feitos bloqueios, com borrifação de inseticida e os agentes de endemias aumentaram as visitas.Os bloqueios consistem de visita domiciliar do agente de endemias para vistoriar a casa, na busca por focos do mosquito, orientar a família sobre os cuidados com vasilhames e recipientes de água descobertos e, confirmados os focos/larvas, fazer o tratamento focal com aplicação de inseticida com nebulizador costal.


Uma campanha de mobilização está em curso, para mostrar à população que o trabalho de combate à dengue começa em casa, com a extinção de possíveis focos. Levantamento feito pela Coordenação de Combate a Endemias mostrou que a maioria dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e da chikungunya fica em ambientes domésticos. São vasos, frascos com água, pratos, pingadeiras, recipientes, bebedouros em geral, material de construção e objetos. Ou seja, os criadouros que poderiam ser exterminados representam 85,4% do total de recipientes com larvas, que os próprios moradores têm condição de extinguir.


Em razão do grande número de casos registrados, números que são diferentes dos que foram divulgados no mês passado, a Secretaria Municipal de Saúde emitiu alerta à população e pede o máximo de empenho de todos para evitar uma epidemia, cujos sinais estão cada vez mais fortes. A SMS informa que a doença vem se apresentando além das formas típicas, caracterizada por febre, fraqueza, dor de cabeça e dor no fundo dos olhos, manifestações como vermelhidão e coceira pelo corpo sem outros sintomas. Em alguns casos, foi observada a ausência de febre.


De acordo com o relatório do Departamento de Vigilância em Saúde, além das campanhas educativas por meio da internet, jornais locais, tevês e rádios, também são realizadas orientações de forma constante nas unidades de saúde. Também foram chamados mais 65 agentes de endemias, aprovados em seleção pública, para reforçar o trabalho de campo.


Também está sendo ampliado o número de profissionais que atendem aos casos suspeitos de dengue e chikungunya na Unidade de Pronto Atendimento que funciona no Centro de Saúde José Maria de Magalhães (antigo SESP). No local os pacientes recebem atendimento médico e de enfermagem, incluindo a coleta de sangue para exames laboratoriais. A UPA da Dengue funciona de segunda à sexta-feira das 7 às 17 horas e aos sábados, domingos e feriados das 7 às 19 horas, inclusive, no horário de almoço.