Empresário de Ilhéus é encontrado morto dentro da loja

Na manhã desta terça-feira (21) ,foi encontrado sem vida, no seu estabelecimento, o empresário Gilson Souza Oliveira, de 47 anos, proprietário da loja Contell Assistência Técnica filial da Samsung, localizada na avenida 2 de Julho, centro da cidade.


O dono da empresa foi encontrado por funcionários, por volta das 8h, quando eles abriam a loja. Os motivos da morte ainda não foram divulgados pelo DPT, que esteve no local, e levou o corpo para perícia.

Policiais federais suspendem a greve após intervenção de Ministros

A Federação Nacional dos Policiais Federais – Fenapef - decidiu pela suspensão da greve em todo o país. A decisão foi tomada nesta terça, 21, à noite, em uma videoconferência com todos os 27 sindicatos regionais.


Na reunião foi aprovado um voto de confiança à intervenção do Ministro interino da Casa Civil, Valdir Simão e do Ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, que estabeleceram um compromisso já agendado para solucionar a crise na Polícia Federal.


A greve foi decidida pela categoria, em resposta ao encaminhamento, pelo Governo Federal, da MPV 657/2014, que injustificadamente definiu melhorias apenas para os delegados, a ponto de ser revelado por um Deputado Federal, em um veículo de comunicação de grande circulação “o Governo teve que editar uma MP à noite, porque sabia que hoje seria uma pancadaria. Botamos o Governo de joelhos.”

Três morrem durante troca de tiros com a polícia

Três homens a bordo de um carro roubado morreram durante troca de tiros com o pelotão especial da 48ª Companhia Independente de Polícia Militar na rua Ulysses Guimarães, em Salvador.

Segundo informações da Central de Polícia, o carro foi identificado pelos policiais e na abordagem os suspeitos atiraram na guarnição. Houve perseguição e troca de tiros. Todos, ainda não identificados, foram socorridos para o Hospital Roberto Santos, mas não resistiram aos ferimentos. As informações são do repórter Marcelo Castro, da Record Bahia.

BMW terá de pagar R$ 400 milhões por acidente que matou cantor João Paulo

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) condenou a montadora alemã BMW a pagar indenização de R$ 400 milhões por dano moral à viúva do cantor e compositor João Paulo, que fazia dupla com Daniel. João Paulo morreu carbonizado após a sua BMW 328i/A capotar e explodir na Rodovia dos Bandeirantes (no quilômetro 40, no município de Franco da Rocha, na Grande São Paulo), em 12 de setembro de 1997.


A montadora, que ainda pode recorrer, também terá de pagar honorários de 10% da ação aos advogados da família e dar um veículo da marca com o valor em torno de R$ 500 mil (similar ao modelo do acidente, com acréscimo de juros e correção monetária). Em janeiro passado, o juiz responsável pelo caso aceitou o recurso da montadora (que já havia sido condenada a pagar R$ 350 milhões) e remeteu o processo ao TJ-SP. A decisão desta segunda-feira (20) foi favorável à viúva, autora da ação. “A primeira perícia foi realizada no ano do acidente. Naquela época, não havia conhecimento técnico suficiente para verificar as causas. Ninguém sabia o que era um freio ABS ou air bag.


Discordamos da decisão anterior, que culpava o cantor por estar em alta velocidade, o que não se comprovou. Por esse motivo pedimos uma nova perícia”, diz o advogado da viúva, Edilberto Acácio da Silva.A segunda perícia foi refeita em 2013 por um perito nomeado pelo juiz e dois assistentes técnicos, representantes das partes, que podiam questionar a análise durante a verificação.

Operadoras querem cortar internet de quem atingir a franquia

As operadoras devem estrear um novo formato de cobrança por internet no Brasil no qual o cliente é obrigado a pagar por um pacote adicional assim que sua franquia terminar. Com isso, será o fim da chamada "velocidade reduzida". A novidade será implementada primeiro pela Vivo, segundo reporta O Globo.


Maior operadora do país, com 79 milhões de clientes, a empresa apresentará o formato primeiro a quem tem celular pré-pago para, futuramente, mirar os clientes de planos pós-pagos. Atualmente, um dos pacotes mais usados na modalidade pré-paga custa R$ 6,90 e garante 75 MB. Quando essa franquia acaba, o usuário não é desconectado; ao invés disso, recebe internet em velocidade reduzida, que chega a ser de apenas um décimo do total contratado.


Em novembro, quando o limite for alcançado a internet será cortada e, para continuar navegando, a pessoa precisará comprar 50 MB adicionais por R$ 2,99 para usar pelos próximos sete dias. Oi e TIM confirmaram que também estudam migrar para esse formato e, embora a Claro não tenha comentado, O Globo diz que a operadora acompanhará as adversárias.

Dilma tem 52% dos votos válidos e Aécio tem 48%, diz Datafolha





Pela primeira vez neste segundo turno, Dilma Rousseff (PT) aparece numericamente à frente de Aécio Neves (PSDB) em intenções de voto para a Presidência da República, mostra nova pesquisa Datafolha. O levantamento, feito nesta segunda-feira (20), apresenta Dilma com 52% ante 48% de Aécio, na conta dos votos válidos (com o descarte de nulos, brancos e indecisos).

A seis dias da eleição, é um empate técnico no limite máximo da margem de erro do levantamento, que é dois pontos para mais ou para menos. De acordo com o Datafolha, nessa situação há maior probabilidade de que Dilma esteja à frente de Aécio. Nas duas rodadas anteriores do Datafolha neste segundo turno, o placar também era de empate técnico, mas sempre com o tucano numericamente à frente: 51% a 49% nas duas ocasiões.


Em votos totais, o resultado da atual pesquisa é Dilma 46% (antes era 43%), Aécio 43% (era 45%). Brancos e nulos somam 5% (ante 6% do levantamento anterior). Outros 6% dizem que não sabem em quem votar, mesmo patamar de antes. Informações da Folha de São Paulo.

Universitária é esfaqueada durante assalto na Praça da Piedade

RTEmagicC_pracadapiedade_xx2.jpg


Uma universitária de 25 anos foi esfaqueada durante um assalto na Praça da Piedade, no Centro de Salvador. A jovem, que voltava da faculdade para casa, estava acompanhada de uma amiga no momento do crime. De acordo com o posto de Polícia Civil do Hospital Geral do Estado (HGE), as duas estudantes tinham saído da aula quando foram abordadas por três homens, por volta das 20h.

O trio anunciou o assalto e ameaçou as universitárias. Eles estavam com facas, e roubaram todos os pertences das jovens – entre eles as bolsas, celulares e os livros da faculdade. Durante a ação, a garota de 25 anos, identificada somente como Tamires, foi esfaqueada no ombro.A amiga dela não ficou ferida. A estudante foi socorrida pela amiga para o HGE, onde eu entrada por volta das 21h. Ainda de acordo com a instituição, a jovem passou por diversos exames na madrugada desta quinta-feira (16), e segue internada no hospital em observação

Servidores do Samu negam atendimento por suspeita de ebola no Rio G. do Sul


Duas enfermeiras da prefeitura de Porto Alegre que trabalham no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) se negaram a atender um chamado feito por um senegalês após ouvirem que os sintomas eram semelhantes aos do vírus ebola.


Entretanto, a suspeita foi descartada ainda na regulação, uma espécie de investigação que é feita pelo telefone durante a chamada, ao constatarem que o estrangeiro estava no Brasil há mais de um ano, além de vir de um país onde não existe surto da doença. Quando foi feito o chamado, pessoas próximas ao estrangeiro confirmaram as informações que ajudaram a descartar qualquer possibilidade de uma infecção pelo temido ebola. A situação se complica porque os sintomas da doença são semelhantes ao de várias outras enfermidades.


Por conta da negativa das enfermeiras em se deslocaram para o atendimento, uma outra equipe foi acionada. Desde setembro a cidade de Porto Alegre possui uma unidade do Samu específica para casos de ebola, mas como a possibilidade de um infecção pelo vírus foi descartada logo no início, não foi necessário acionar esta equipe. Quanto às enfermeiras que se negaram a atender o senegalês, a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre avalia que tipo de punição pode ser aplicada, uma vez que as servidoras não poderiam negar atendimento.

Motorista de ambulância é preso na BR-324 dirigindo embriagado

Um motorista que dirigia uma ambulância de São José do Jacuípe foi flagrado embriagado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite da quarta-feira (14). Ele foi parado na altura do KM 367 da BR-324, próximo à cidade de Capim Grosso.


Os policiais receberam uma denúncia anônima de que o motorista estava bebendo no bar enquanto esperava a alta de um paciente para então levá-lo até Itatiaia. Os policiais pararam o motorista e fizeram um teste de bafômetro, que comprovou a embriaguez do suspeito, com índice de 0,74 mg/l. Ele admitiu que tem costume de dirigir sob efeito do álcool.



Ainda segundo informações da PRF, o motorista da ambulância foi autuado com multa de R$ 1.915,40 e encaminhado para a Delegacia de Polícia local pelo crime de embriaguez no trânsito.

PF prende pai que planejava abusar da filha quando nascesse


A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira 51 pessoas durante a Operação Darknet, de combate à pedofilia, em 18 Estados e no Distrito Federal. Outras quatro haviam sido presas ao longo da investigação, que começou em Porto Alegre, há cerca de um ano. Pelos menos cinco países - Portugal, Itália, Colômbia, México e Venezuela - foram avisados de que há suspeitos de conexões com a mesma rede em seus territórios.


A investigação chegou à chamada Deep Web, uma área da internet que não é rastreada pelos navegadores comuns, na qual estão, entre outros, sites de intranet de empresas e corporações. A rede de pedofilia descoberta aproveitava a possibilidade de exibir e acessar imagens e trocar informações às escondidas nesse ambiente que também é conhecido como “internet invisível”. Foi a primeira vez que uma investigação feita na América Latina chegou à prática de crimes na Deep Web, algo que só havia ocorrido nos Estados Unidos e Inglaterra.



Entre os presos, estão um agente penitenciário, um seminarista e até um pai que planejava abusar da própria filha quando esta nascesse. "Ele disse que iria abusar da própria filha, e no momento da prisão, ele reconheceu isso em frente da esposa e de toda a equipe, foi uma coisa muito chocante. O nível de crueldade do que aparecia nesses vídeos e nessas fotografias chocam qualquer cidadão, até policial que está acostumado com isso pode passar mal", afirmou o superintendente da Polícia Federal do Rio Grande do Sul, Sandro Carion.